Oscar 2013 – Nossas Impressões

A 85ª cerimônia de entrega dos Oscars foi previsível. Lincoln que havia sido indicado em doze categorias foi vitorioso em apenas duas delas, levou a estatueta de design de produção (ainda não entendi o porquê) e é claro Daniel Day-Lewis foi consagrado como melhor ator e se tornou o único com três vitórias nesta categoria.

Em termos de número de estatuetas As Aventuras de Pi saiu na frente e ficou com quatro, dentre elas a de melhor diretor, na única categoria que de fato não se tinha uma certeza sobre quem seria o vencedor, pois como Ben Affleck foi esnobado mesmo tendo sido o destaque de outras premiações, as possibilidades de vitória de todos os concorrentes eram grandes.

A noite foi mesmo de Argo, que faturou as estatuetas de melhor edição, roteiro adaptado e o cobiçado título de melhor filme, categoria que foi apresentada por Jack Nilchoson e Michele Obama (Lembram de Bill Clinton no Globo de Ouro? Pois é, será que rolou alguma inveja?).Tarantino confirmou o favoritismo na categoria de melhor roteiro original e ainda comemorou a vitória de Christoph Waltz.

O anfitrião da noite Seth MacFarlane começou bem, mas ao longo da premiação foi ficando cada vez mais morno e sem graça. Ted no palco fez aquilo que já era esperado com o mesmo humor infame e sexista do filme do qual saiu e pelo bem de todos deveria ter continuado lá.

No quesito homenagens o Oscar deixou a desejar, o singelo tributo aos 50 anos de 007 só não foi mais fraco que a ideia de prestar honrarias aos musicais dos últimos dez anos. Continuo sem entender isso, ora o período áureo dos musicais foi na década de 60, por que homenagear os musicais dos anos 2000 quando estes sequer somam meia dezena?

A única coisa que não faltou mesmo na festa foi glamour, enquanto a moda falar mais alto que os próprios filmes ficará difícil para a Academia provar que o Oscar é uma festa para celebrar o que há de melhor no cinema.

Veja agora algumas imagens que marcaram a premiação:

A apresentação envolvendo todo o elenco de Os Miseráveis

A animação desta vez ficou por conta de Joaquin Phoenix

A apresentação de Adele

Hi-5

A queda de Jennifer Lawrence

Kristen Stewart e suas muletas

Todo o carisma e graça da pequena Quvenzhané Wallis

Um exemplo do “humor” de Seth MacFarlane

Ted

Confira os vencedores

Filme
“Indomável sonhadora”
“O lado bom da vida”
“A hora mais escura”
“Lincoln”
“Os miseráveis”
“As aventuras de Pi”
“Amor”
“Django livre”
“Argo”

Diretor
Michael Haneke (“Amor”)
Benh Zeitlin (“Indomável sonhadora”)
Ang Lee (“As aventuras de Pi”)
Steven Spielberg (“Lincoln”)
David O. Russell (“O lado bom da vida”)

Ator

Daniel Day-Lewis (“Lincoln”)
Denzel Washington (“Voo”)
Hugh Jackman (“Os miseráveis”)
Bradley Cooper (“O lado bom da vida”)
Joaquin Phoenix (“O mestre”)

Atriz
Naomi Watts (“O impossível”)
Jessica Chastain (“A hora mais escura”)
Jennifer Lawrence (“O lado bom da vida”)
Emmanuelle Riva (“Amor”)
Quvenzhané Wallis (“Indomável sonhadora”)

Ator coadjuvante
Alan Arkin (“Argo”)
Christoph Waltz (“Django livre”)
Philip Seymour-Hoffman (“O mestre”)
Robert De Niro (“O lado bom da vida”)
Tommy Lee Jones (“Lincoln”)

Atriz coadjuvante
Amy Adams (“O mestre”)
Anne Hathaway (“Os miseráveis”)
Helen Hunt (“The sessions”)
Jacki Weaver (“O lado bom da vida”)
Sally Field (“Lincoln”)

Roteiro original
Michael Haneke (“Amor”)
Quentin Tarantino (“Django livre”)
John Gatins (“Voo”)
Wes Anderson e Roman Coppola (“Moonrise kingdom”)
Mark Boal (“A hora mais escura”)

Roteiro adaptado
Chris Terrio (“Argo”)
Lucy Alibar e Benh Zeitlin (“Indomável sonhadora”)
David Magee (“As aventuras de Pi”)
Tony Kushner (“Lincoln”)
David O. Russell (“O lado bom da vida”)
Filme estrangeiro
“Amor” (Áustria)
“Kon-tiki” (Noruega)
“O amante da rainha” (Dinamarca)
“No” (Chile)
“War witch” (Canadá)

Animação
“Detona Ralph”
“Frankenweenie”
“ParaNorman”
“Piratas pirados!”
“Valente”

Curta-metragem de animação
“Adam and dog”
“Fresh guacamole”
“Head over heels”
“Maggie Simpson in ‘The Longest Daycare'”
“Paperman”

Edição
“Argo”
“As aventuras de Pi”
“A hora mais escura”
“O lado bom da vida”
“Lincoln”

Fotografia
“007 – Operação Skyfall”
“Anna Karenina”
“As aventuras de Pi”
“Django livre”
“Lincoln”

Efeitos visuais
“As aventuras de Pi”
“Branca de Neve e o caçador”
“O hobbit: Uma jornada inesperada”
“Prometheus”
“Os Vingadores”

Figurino
“Anna Karenina”
“Branca de Neve e o caçador”
“Espelho, espelho meu”
“Lincoln”
“Os miseráveis”

Maquiagem e cabelo
“Hitchcock”
“O hobbit: Uma jornada inesperada”
“Os miseráveis”

Canção original
“Before my time”, de “Chasing ice” – J. Ralph (música e letra)
“Everybody needs a best friend”, de “Ted” – Walter Murphy (música) e Seth MacFarlane (letra)
“Pi’s lullaby”, de “As aventuras de Pi” – Mychael Danna (música) e Bombay Jayashri (letra)
“Skyfall”, de “007 – Operação Skyfall” – Adele (música e letra)
“Suddenly”, de “Os miseráveis” – Claude-Michel Schönberg (música), Herbert Kretzmer (letra) e Alain Boublil (letra)

Trilha sonora original
Dario Marianelli (“Anna Karenina”)
Alexandre Desplat (“Argo”)
Mychael Danna (“As aventuras de Pi”)
John Williams (“Lincoln”)
Thomas Newman (“007 – Operação Skyfall”)

Mixagem de som
“007 – Operação Skyfall”
“As aventuras de Pi”
“Argo”
“Lincoln”
“Os miseráveis”

Edição de som
“007 – Operação Skyfall”
“Argo”
“As aventuras de Pi”
“A hora mais escura”
“Django livre”

Design de produção
“Anna Karenina”
“As aventuras de Pi”
“O hobbit: Uma jornada inesperada”
“Os miseráveis”
“Lincoln”

Melhor curta-metragem
“Asad”
“Buzkashi boys”
“Curfew”
“Death of a shadow (doos van een schaduw)”
“Henry”

Documentário em longa-metragem
“5 broken cameras”
“The gatekeepers”
“How to survive a plague”
“The invisible war”
“Searching for Sugar Man”

Documentário em curta-metragem
“Inocente”
“Kings point”
“Mondays at Racine”
“Open heart”
“Redemption”

1 Comment

  1. Eu nem vi ao vivo, só os looks depois, nos blogs da vida. Caramba, que atrasada! E nem vi todos os filmes ainda, por isso nem posso opinar.

Deixe uma resposta