Globo de Ouro – Melhor Animação

As animações não são mais só coisa de criança, elas cresceram e hoje se tornaram universais carregando lições não só para os pequenos como também para os adultos. Cada vez mais sofisticadas, elas usam e abusam de todas as formas possíveis de ferramentas de entretenimento, neste ano todos os indicados na categoria de melhor animação tiveram o seu lançamento em 3D e, fora alguns casos em particular, souberam fazer um bom uso desta ferramenta.

A Disney, após o desempenho pífio do ano passado quando apenas “Carros 2” recebeu uma nomeação,  conseguiu emplacar 3 de suas produções na lista de indicados (Valente, Frankenweenie e Detona Ralph).  A equipe do THC conferiu os nomeados e apresenta agora as nossas impressões.

Valente (Brave,2012)

A primeira protagonista de um filme da Pixar esbanja personalidade, carisma e rebeldia. Talvez muitas crianças não consigam se identificar com a personagem, mas adolescentes ou que já passou desta fase, vai encontrar em Merida o seu alter ego . A estória da princesa que se revolta contra as convenções/tradições impostas por sua mãe e aspira a liberdade poderia reder muito, porém acaba recaindo nas convenções do gênero. O uso do 3D é contido, mas nem por isso menos interessante, as florestas da Escócia e a densa cabeleira da protagonista são as principais proezas técnicas do filme.

Frankenweenie (Frankenweenie,2012)

Tim Burton está de volta ao mundo da animação em uma película extremamente saudosista, que faz referências a alguns clássicos de terror nos anos 30, dentre eles Frankenstein. Completamente rodado em preto e branco, o filme é gracioso e repleto das excentricidades de seu diretor que não poupa esforços para tentar derramar as lágrimas dos espectadores. A trama, uma adaptação de um curta de 1984 do próprio cineasta, conta a estória do amor incondicional de um menino por seu cachorro, levado ao extremo quando o garoto ressuscita o animal morto em um atropelamento. Há aqui boas doses de humor negro combinadas ao criativo uso do stop motion que juntos fazem um dos melhores filmes da carreira de Burton.

Hotel Transsilvânia (Hotel Transylvania, 2012)

Uma verdadeira desconstrução das lendas de terror, “Hotel Transilvânia” parte de uma premissa interessante, porém acaba se transformando em uma trama fútil e repetitiva que não empolga, nem o 3D consegue fazer alguma diferença. Não conseguimos enxergar aqui alguma coisa que faça com que este filme seja digno de receber a estatueta do Globo de Ouro. Caso ele não esteja amanhã (10) na lista de indicados ao Oscar, não será uma grande surpresa.

A Origem dos Guardiões (Rise of the Guardians, 2012)

Confesso que me surpreendi com “A Origem dos Guardiões”, esperava menos do filme. Na trama, como se fosse uma espécie de “Vingadores”, os Guardiões (Papai Noel, Coelho da Páscoa, Fada do Dente, Sandman e Jack Frost) se reúnem para combater o Bicho-papão que ameaça acabar com todos os sonhos das crianças. O filme agrada especialmente aos pequenos (que ainda acreditam nesses personagens), para o restante do público a sensação presente é a de uma constante nostalgia. O 3D é muito bem utilizado, proporcionando cenas de tirar o fôlego e momentos de uma beleza singular. Não fosse a sua superficialidade, a película sem dúvida se sairia muito bem na premiação.

Detona Ralph (Wreck-It Ralph, 2012)

Detona Ralph agrada principalmente aos gamers saudosistas, o filme traz vários personagens dos jogos clássicos e atuais, é como se fosse um Toy Story para uma nova geração, onde os brinquedos são substituídos pelo mundo virtual dos jogos. A película traz um debate interessante sobre a forma como constantemente a sociedade tende rotular as pessoas (já escrevi sobre isso na minha página no Obvious Lounge, confira aqui). A luta de Ralph para deixar de ser um vilão é divertida, pontuada por alguns momentos de reflexão e cheia de personagens fofos (que por sinal é uma das especialidades da Pixar ). O filme é um forte concorrente ao prêmio de sua categoria.

A disputa na categoria de Melhor Animação está acirradíssima, nós aqui no THC acreditamos que o prêmio deva ficar entre “Detona Ralph” ou “Frankenweenie”, que por sinal é o nosso favorito. E vocês, já escolheram algum?

Anúncios

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s