Guia 70´s: Música

Dando prosseguimento aos posts do guia 70´s, irei falar sobre a música da década. Outro dia estava pensando por que  esta é uma época tão mágica para as artes. Na década o mundo passava por uma fase difícil politicamente, com resquícios de ditaduras, censura e falta de liberdade. Então, você deve estar se perguntando de que forma esses fatos influenciaram na obra dos artistas naquele momento. É sobre isso e muito mais que vamos falar no post:

Um dos movimentos musicais que faz parte dos anos 70 é a Tropicália, que teve ínicio no final dos anos 60, como movimento teve uma curta e intensa duração, mas suas idéias estão por ai até hoje. Foi algo muito rico porque se tratava de uma reunião de grandes artistas e intelectuais que foram muito além da música e além do nosso território tupiniquim, não porque alguns membros foram convidados pelo governo a se retirar do país (leia-se exílio) mas porque Tropicália é cultuada no mundo, porque gente como Caetano Veloso têm fãs como Pedro Almodovar, enfim, foi a coisa mais brasileira e universal que já existiu. Vou citar alguns nomes para não ficar como se o Caetano fosse o maior, o patrono e o sempre lembrado, temos no time gente como: o piauiense Torquato Neto (poeta), Hélio Oiticica (artista plástico), Júlio Medaglia ( maestro),  Glauber Rocha (cineasta), Waly Salomão (poeta) e os músicos Tom Zé, Gilberto Gil, Nara Leão, Os Mutantes, Gal Costa, Jorge Ben, Jorge Mautner, Maria Bethania, Lanny Gordin.

Sou suspeito para falar, fã dessa década de ouro, fui aprendendo com meu garimpo de vinis que o samba e a MPB dos anos 70 é de uma qualidade incrível, artistas como Tim Maia, Chico Buarque de Holanda, Roberto Carlos, Bete Carvalho, Novos Baianos, Clara Nunes, Clube da Esquina, Beto Guedes, Lô Borges, Trio Mocotó, Banda Black Rio, Secos e Molhados, Wilson Simonal, dentre outros.

Internacionalmente temos o punk, glam rock, disco music, soul, reggae e outros. Na foto acima, no canto esquerdo temos o Ramones que é a banda mais icônica do punk, mas o punk tem ínicio com Velvet Underground, Stooges, MC5, Patti Smith, New York Dolls, Television como precursores do “faça você mesmo”. O uso de drogas pesadas e atitudes contraditórias à lei são traços marcantes desse movimento que ainda estava na sua gestação com esses representantes citados. O Glam Rock assim como o Punk é um estilo marcado pela atitude, porém de forma oposta: é focado no glamour, androginia e peformances provocaticas.  O uso de maquiagem é indispensável. O principal representante é David Bowie. Por último temos o soul que é uma música feita basicamente por negros, o que é bem representativo nessa música são as vozes, é a pura exaltação da alegria e do amor. Nos anos 70 em Detroit a gravadora Motown colocou vários grupos de soul  music nas paradas de sucesso e em programas de tv, a Motown tinha os maiores nomes nesse estilo: Jackson 5, Stevie Wonder, Marvin Gaye, The Commodores, Smokey Robinson, The Temptations. Depois do Jazz, o soul foi a música negra que mais fez sucesso.

Por Renan Correia.

Anúncios

3 Comentários

  1. Amei as dicas 70’s! Eu amo David Bowie e a cena punk nova-iorquina dessa época. Querida Ana, você conseguiu baixar o programinha da Toy Camera? Será que eu coloquei o link errado? Beijo!

    http://www.roadtripdanina.com

  2. Ô época maravilhosa para as artes em geral! Muita gente boa mesmo!


    Camila Faria

  3. […] Ebel. Em Abril, o Fenelon deu sugestões de blogs de moda para os meninos também. O Renan escreveu um post super legal do “Guia 70′s” falando sobre a música da década, e há bem pouco […]

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s