THC no Projeto Todos os Sons

No último domingo (17) aconteceu mais um da série de shows do Projeto Todos os Sons no CCBB de Brasília. Como eu estou passando férias na capital brasileira, resolvi ir conferir os shows que contava com o paulistano Thiago Pethit. Confesso que era o único que eu conhecia e me fez querer ir ao show. O show do Pethit foi o último, mas foi muito agradável conhecer e ouvir os músicos da Aquário, banda de Brasília que faz mpb, chorinho e valsa. Também se apresentaram o Quinteto de Sopros Brasília Ensemble, músicos da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro e que também são professores da Escola de Música da UNB.

A banda Aquário é formada por três garotos que fazem um instrumental sofisticado do choro, passando pela valsa até a mpb. São jovens e igualmente ágeis nos intrumentos que tocam. O show agradou muitas pessoas, inclusive os de Brasília que ainda não conheciam o trabalho do grupo.

Em seguida e com quase nada de atraso, subiram ao palco os integrantes do Quinteto de Sopros Brasília Ensemble que nos tirou do gramado do CCBB e nos levou a um teatro imponente.

Por último veio o Thiago Pethit com sua simpatia e sua banda talentosíssima nos apresentar algumas músicas do seu cd “Berlim, Texas”, uma cidade inventada, segundo ele mesmo. Pethit tocou suas músicas mais conhecidas como ‘Mapa-Múndi’, ‘Forasteiro’ e ‘Nightwalker’ que tem o clipe com a participação da atriz brasileira-hollywoodiana Alice Braga. Quando cantou ‘Nightwalker’, ele chamou as “Alices” para dançarem na frente do palco. Durante a canção ‘Mapa-Múndi’, deu um problema no som e na iluminação do palco e o ‘Le Pethit Prince’, como já está sendo chamado, pulou do palco para ir cantar perto do público. Depois que tudo foi normalizado, ele cantou de novo um trecho da música acompanhado por um coro de vozes que já conhecem bem o trabalho desse talento que canta em Português, Inglês e Francês com muita segurança. Quando acabou o show, ele desceu do palco e já tratou de ir atender quem queria um autógrafo ou/e uma foto.

O Projeto tem direção de Guilherme Reis e já teve atrações como Móveis Coloniais de Acaju e Vanguart. Todos os shows da série que sempre acontece aos domingos tem entrada franca e começa às 17h. Para quem mora ou está de passagem por Brasília no período de algum show e não tem como ir até o CCBB, é disponibilizado ônibus gratuito identificado com a marca do CCBB. Os ônibus saem do Teatro Nacional à partir das 11h e funciona de Terça a Domingo.


Por Diego.

2 Comments

  1. aninha

    AI QUE INVEJA,~DIDI! :~~

  2. […] uma mixtape em clima praiano, na mesma época, o Diego foi à Brasília e fez a cobertura do Projeto Todos os Sons. Ainda na tag “música”, um dos posts mais populares do blog é o “Adele, […]

Deixe uma resposta